Wednesday, April 19, 2006

REFLEXÃO DO DIA


O crescimento desordenado dos habitantes de um país, que não conte com recursos para absorver novos e crescentes contingentes de pessoas, conduz à ocupação de todos os seus espaços, com crescente desmatamento e progressiva degradação do solo. De acordo com Programa de População das Nações Unidas, nascem, atualmente, em média, três bebês por segundo no Planeta. Descontando os indivíduos que morrem – por doenças, assassinatos, acidentes, guerras, fome ou por velhice – a espaçonave Terra ganha, diariamente, cerca de 250 mil passageiros. O trágico é que 90% desse explosivo crescimento populacional se verifica exatamente onde a prudência manda que se limite a natalidade. Ou seja, nas regiões mais pobres do mundo. A ONU informa que dos 6,3 bilhões de habitantes da Terra, mais de um bilhão, ou quase um quinto da humanidade, vive em estado de absoluta miserabilidade. Há solução? Qual?

3 comments:

samantha medeiros said...

Pedro isso e bem real , mas o q eu acho na minha opinao... poderia ser um pais com uma lei q cada casal de habitantes so poderia ter no maximo 2 filhos. pq msm assim ja seria muita coisa mas diminuiria... pois nas favelas as mulheres ou adolescentes q tem no minimo 4 filhos... um atraz do outro e chega a ter meninas com 14 anos com mais de um filho sem ter como estudar e dar boa instruçao a eles... e assim por diante seus filhos crescem n tem um bom estudo por situaçao precaria de seus pais e vai pelo msm caminho. dar cestas basicas como o governo da n adianta nd.... essas maes precisam de um estudo... e um pais com bom funcionamento em postos de saude para poder ter acesso aos meus de metodos contraceptivos... camisinha,diu,diafragma,pilulas do dia seguinte,anticoncepcional. isso ajuda muito... mas tb tem q haver interesse dos cidadoes... dar o peixe na mao do pescador n vai ajudar em nd... tem q ajudar e ensinar a ter uma pesca mais produtiva ... isso é q o governo deve fazer e n dar cestas basicas... pois comida acaba... estudo e trabalho sim... essa é minha opiniao.... um grande abraço.

Kerley Cabral said...

e realmente Pedro, este e uns dos mal que tomam conta deste planeta, eu creio que so teremos providencias quando isso trouxer dezequilibrio para os povos do G7, mais o que vemos e que eles "G7" tem hoje uma espectativa de vida longa e nescesitam de mao de obra barata para, para serviços de primeira necessidade, entao para eles creio eu e aida comodo a ideia... um grande abraço

Anonymous said...

Esse eh um problema que se todos o tratassem com a devida seriedade, talvez as coisas pudessem melhorar.
Tenho visto, na cidade do Rio de Janeiro, mulheres com filhos, filhinhos e barriga cheia, aos montes pelas calçadas, sinais, tuneis..... mendigando, vasculhando lixos.... e ninguem faz nada!!!!
Como podem deixar que isso continue acontecendo ? Medo de tomar atitudes?? Bj da amiga Cassia marques